sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Mãe Natureza

Um poema de entre muitos, que escrevi há já alguns anos e que agora decidi partilhar.


Mãe Natureza,
Tens teu vínculo sobre a Terra!
Nasceste do vazio, do nada...
Tua majestosa alma
Procria em teus seios,
Um Amor efémero...,
Que Seres lançados
A teus pés se prostram.
Não sabem julgar-te,
Nem sequer admirar
Tua Beleza interior!

Filhos da Natureza,
Que de ti provêm,
E de ti dependem.
Querem-te a seu lado,
Mas...algo lhes diz,
Que seus passos se medem,
Que chegou a altura
De se livrarem do teu domínio...
És Vida, és Amor, és algo...
Fascinante...
Dás Segurança e
Razão de Viver!


Autoria: Paula Chorão

1 comentário:

Patricia disse...

Adoro este poema,está lindo..simples e gracioso*